Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Pré-qualificaçao do Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu da FOUNIP!

Imagem
Hoje foi realizada a pré-qualificação dos alunos do programa de mestrado e doutorado da Faculdade de Odontologia da Unip! Temas muito importantes e de alto nível. Com certeza estas pesquisas serão publicadas em revistas com grande impacto! Parabéns a todos e em breve será a minha vez!

Lançamento do livro "Lesões Bucais: uma abordagem simplificada para todos os profissionais da saúde"

Imagem
Um livro direcionado a todos que queiram conhecer o universo do diagnóstico bucal! Com uma abordagem didática e de leitura dinâmica, esta obra apresenta as lesões de tecidos moles mais prevalentes do complexo bucal, além de conceitos introdutórios sobre a semiologia odontológica. Amplamente ilustrado e de fácil consulta! Disponível em: https://www.clubedeautores.com.br/book/242106--Lesoes_Bucais?topic=culinaria#.Wt0hqcgvzIU


O autoexame de boca

Por que o autoexame de boca é importante?

Este método visa a identificação precoce dos agravos bucais, com foco especial voltado para as alterações em tecidos moles, representados visualmente pela mucosa de revestimento bucal. O que devemos observar: mudanças no padrão de cor, textura, tamanho ou forma. Além de toda a cavidade  bucal, também devemos observar lábios, face e regiões ganglionares, de modo a sistematizar o autoexame. Faça o exame diante de um espelho e em local iluminado para facilitar e lembre-se que, diante de dúvidas, mesmo que a alteração não apresente dor, se faz necessário procurar um cirurgião-dentista. Vale lembrar que o câncer de boca é uma lesão silenciosa, que não apresenta dor em estágio inicial na grande maioria dos casos, logo, o autoexame neste e em muitas outras situações, se constitui uma ação efetiva diante do diagnóstico precoce em saúde bucal. Pratique o autoexame de boca regularmente!

Riscos do Piercing Muco-Cutâneo Perilabial Inferior

Imagem
Riscos do Piercing Muco-Cutâneo Perilabial Inferior

Bom dia! Gostaria de compartilhar um caso que acolhi, que nos alerta sobre a orientação aos pacientes sobre o risco de problemas relacionados ao uso do piercing muco-cutâneo em região perilabial inferior. No caso em questão, a paciente procurou atendimento por outro motivo, todavia, no exame clínico, evidenciou-se retração gengival em formato de cunha na porção vestibular do dente 41. A paciente faz uso de piercing há 16 anos. Sua inserção intrabucal possui um pequeno disco metálico que projeta a haste para o meio externo, que expõe a bolinha metálica clássica do dispositivo. Este disco atrita diretamente a área que apresenta a retração, o que reforça o binômio causa-efeito. Devido o tempo de uso do piercing, o quadro se caracteriza como um trauma crônico, de baixa intensidade e grande frequência. Além disso, é sabido que a área de inserção do piercing é vulnerável e pode ser a porta de entrada para muitos agentes agressores, como po…

"A importância da Equipe Auxiliar na assistência Odontológica"

Imagem
"A importância da Equipe Auxiliar na assistência Odontológica"
É notório nos dias de hoje a importância do trabalho em equipe, mas em Odontologia a integração das ações culminam em algo maior, ou seja, muito além das relações profissionais, há o fator assistencial envolvido, que visa aliviar o sofrimento daqueles que procuram o tratamento odontológico. Nesta perspectiva, a Equipe Auxiliar em Odontologia, representada pelo TSB (Técnico em Saúde Bucal) e pelo ASB (Auxiliar em Saúde Bucal), tem papel importante nesse processo, que se inicia na chamada do paciente, no acolhimento do mesmo, na ausculta da queixa para direcioná-lo ao cirurgião-dentista, no auxílio diante das condutas clínicas, nas orientações finais sobre o manejo preventivo diante dos agravos bucais, dentre outras ações que colaborarão com a melhoria da qualidade de vida da população. Assim, se faz necessário a valorização da Equipe Auxiliar de Saúde Bucal!!!